Requerer Voto em Trânsito Eleições 2014

Vai viajar bem na época das eleições? Você sabe o que é
voto em trânsito das eleições 2014?  O Tribunal Superior Eleitoral teve sua decisão quanto ao voto em trânsito para as eleições 2014 que permite que quem estivesse em trânsito, ou seja, fora de seu domicílio eleitoral, poderá votar onde estiver, a não ser que esteja em município com mais de 200 mil eleitores e apenas para a eleição para presidente e vice-presidente.

voto em transito eleicoes 2014 Voto em Trânsito Eleições 2014   Requerimento

O eleitor que estiver neste município e quiser exercer o direito de voto deverá habilitar-se perante a Justiça Eleitoral entre 15 de julho a 21 de agosto de 2014, indicando o local que pretende votar. Para isso, o eleitor deverá ir ao seu
cartório eleitoral e levar um documento de identificação com foto e isto somente é permitido quem está em situação regular de cadastro eleitoral.

Os Tribunais Regionais Eleitorais (TRES) registrarem as seções especiais e os locais, nas respectivas capitais e Estadas e os municípios com mais de 200 mil eleitores. Na última eleição de 2013 já era possível votar em trânsito, mas apenas nas capitais e as novas mudanças faz parte das novas regras e o voto em trânsito foi adotado pela primeira vez em 2010, mas apenas nas capitais dos Estados.

Além da definição das eleições em trânsito foram definidos também os nomes dos candidatos que deverão constar nas pesquisas a partir do dia 10 de julho. Foi definido também que o voto não é mais obrigatório para presos provisórios.

Depois do eleitor que quiser votar em trânsito nas Eleições 2014 fica automaticamente apto a votar no domicílio eleitoral que estiver, mas será desabilitado a votar na sua seção pelo menos naquela eleição. A alteração ou cancelamento da habilitação poderá ser requerido até o término do prazo para o pedido do voto em trânsito.

Mas, o eleitor que mesmo estiver em trânsito, mas não fizer sua habilitação para voto em trânsito que é opcional, deverá de forma obrigatória justificar seu voto por meio do Formulário de Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) que deve ser devidamente preenchido e entregue no dia da votação em qualquer seção eleitoral. Este deve ser feito também ao eleitor que requerer o voto em trânsito e não comparecer.

Exemplo de municípios com mais de 200 mil eleitores no Brasil: São Paulo (mais de oito milhões de eleitores), Rio de Janeiro (com mais de quatro milhões), Brasília (com mais de um milhão de eleitores), Manaus (com mais de um milhão), Goiânia (com mais 890 mil eleitores), entre outros municípios. Mais informações, procure o cartório eleitoral.

Diferença entre votar Nulo e em Branco nas Eleições 2014

Você é jovem e vai votar pela primeira vez este ano? Tem dúvidas sobre o processo eleitoral ou é eleitor, mas somente agora se interessou em saber alguns assuntos relacionados às eleições? Já é hora de saber o valor das
eleições 2014 para o exercício da cidadania, principalmente quanto ao voto e o que este significa. A seguir você saberá qual a diferença entre votar em branco e votar nulo.

voto em branco nulo eleicoes 2014 Voto em Branco ou Nulo Eleições 2014

Muitos eleitores tem dúvida nas suas escolhas e não sabem quem votar e preferem
votar em branco ou nulo, mas qual a diferença? Qual dessas duas opções é a melhor no processo eleitoral?              

Existem diferenças quando se escolhe branco e nulo. O voto em branco nas eleições 2014 embora muitas pessoas pensasse que a pessoa não votou em candidato nenhum, na verdade significa que a pessoa abdicou seu direito de votar. Outras pessoas veem o voto em branco como forma de contestação, mas na verdade é um conformismo, também significa “tanto faz” e são acrescentados os votos para os candidatos com maior votação no último turno. Por exemplo, se existem dois candidatos X e Y e X termina o primeiro turno com 52% dos votos e o candidato Y com 35% dos votos, 10% dos votos é branco e 3% nulo, isso significa que 3% dos eleitores não querem que o candidato X e nem Y no poder e o que vender estará bom. Então, desta forma o candidato X tem 62% de aceitação do eleitorado.

Agora para quem deseja fazer um protesto na hora da eleição 2014, a forma mais certa de fazer isso é o voto nulo, pois esse significa que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro candidato. Esse tipo de voto é mais efetivo para quem quer exercer sua democracia, pois este permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação e é uma forma válida de manifestar sua insatisfação. Mas, ninguém fala em como votar nulo nas instruções, somente como votar em branco. Por que será que isso não é feito? Para fazer isso, é necessário digitar um numero inexistente de candidato e na sequência aperta-se em confirmar (o botão verde da urna). Quando o eleitor coloca o voto em branco o sistema da urna informa que “você está votando em branco” e então o eleito confirma ou corrige, mas quando o eleitor coloca um número existente, o sistema da urna responde de forma negativa e o sistema responde ”número incorreto, corrija seu voto”, isto muitas vezes faz o eleitor se desencorajar ao nulo, mas este é um direito de democracia que os eleitores têm. Este voto é o único válido que pode inclusive anular uma eleição inteira, pois se nenhum candidato conseguir a maioria dos votos (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser cancelada, por isso não se fala em voto nulo, somente em branco. Por isso, se está descontente? Vote nulo nas eleições 2014, pois este é seu direito. Mas o melhor a se fazer é pesquisar os candidatos e tentar escolher o melhor.

Marina Silva será candidata nas Eleições 2014?

Infelizmente muita gente não está ligada nas eleições 2014 e muito menos nas
pesquisas que estão acontecendo e quem é o provável eleito principalmente entre os candidatos a presidente em 2014. Veja informações sobre a possível candidatura de Marina Silva para presidente em 2014.

marina silva eleicoes 2014 Marina Silva Eleições 2014

No caso entre os
candidatos a previdência havia algumas expectativas, por exemplo, Marina Silva que na última eleição presidencial se destacou e ficou em terceiro lugar, mas este ano, ela teve problemas na criação de seu próprio partido e de última hora se filiou ao PSB e apoia a candidatura de um dos candidatos, Eduardo Campos, mas afirmou que não será sua vice.

Enquanto isso, algumas pesquisas já foram feitas frente aos principais candidatos a presidência. Uma dessas pesquisas aconteceu em fevereiro em 2014 e a pesquisa CNT/MDA mostrou que Dilma Rousseff (PT) venceria já em primeiro turno com 43,7% dos votos se disputasse com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), cenário q eu sou mais provável de acontecer. Se a eleição fosse hoje, Aécio teria 15% dos votos e Eduardo Campos, 9,9%. O número de brancos e nulos seria de 20% e os que não sabem e não opinaram ficaram em 9%. A pesquisa ainda contou neste cenário com Levy Fidelis com 0,4% dos votos. Pesquisa feita em Abril.

A mesma pesquisa analisou outro cenário para as eleições de 2014 no caso de Marina Silva termos sido candidata nessas eleições e estivesse também Aécio Neves. Neste cenário, Dilma teria 40,7% dos votos e também venceria no primeiro turno. Neste cenário, Marina Silva teria 20,6% e Aécio, 15,1%; votos brancos e nulos somariam 14,9% e não sabiam ou não responderam foram 8,5%. Esta pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional do Transporte, em conjunto com o instituto MDA.  A pesquisa até definiu os candidatos preferidos dos entrevistados. Dos entrevistados, 37,2% dos entrevistados querem uma forma de governar totalmente diferente; os 25% desejam continuar com a maioria das ações do governo atual; e 12% querem que algumas ações governamentais permaneçam, mas com algumas mudanças.

A pesquisa ainda simulou se houvesse um segundo turno entre Marina Silva e Aécio Neves Marina Silva Ganharia a eleição com 35,5% contra 24% de Aécio Neves. Já na hipótese de uma eleição entre Aécio e Eduardo Campos, o primeiro teria 31,6% contra 16,9% de Campos. Lembrando que as pesquisas foram feitas e divulgadas pela mídia em abril.

Como se observa, em uma eleição com Marina ou Dilma elas ganham em relação aos candidatos homens, mostrando que as mulheres tem um poder forte na política. Marina mostra ter uma força política, mas que infelizmente não estará no cenário principal desta eleição de 2014.

Protestos 2014 no Brasil

O ano de 2013, em particular em junho de 2013 o Brasil foi movido por uma série de movimentos pelo Brasil os protestos que iniciou com uma pequena manifestação pelo aumento do preço das passagens do transporte público ganhou uma dimensão maior, indo, além disso. Estas manifestações prometem acontecer também 2014, principalmente por causa da Copa do Mundo e das eleições 2014.

protestos 2014 Protestos 2014

Para
2014 prometem vários protestos inclusive em datas próxima a copa, manifestações claras anti copa. Desde fevereiro pequenas manifestações aconteceram pelo Brasil nas cidades-sedes, protestos estes contra a copa do mundo e estes atos são combinados via redes sociais. Entre as cidades que serão a sede destas manifestações estão: Brasília, Cuiabá, Natal, Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte, Manaus, São Paulo e Rio de Janeiro. Há ainda outras cidades que vão sediar a copa e até então não há protestos marcados como Curitiba, Porto Alegre e Recife.

Além das cidades sedes outras cidades realizarão manifestações, como Londrina (a 388 k de Curitiba) e outras cidades que provavelmente estão marcando manifestações para 2014.

Estas manifestações em seu todo tem como “reinvindicações” questionar os gastos públicos com esta Copa, enquanto a saúde e educação assim como a segurança continuam cada vez piores. Através das publicações nas redes sociais apontam que foram gastos na copa R$ 30 bilhões com o evento esportivo, mas há ainda outras reinvindicações que são as mais diversas como pedidos de melhoria na saúde, educação e segurança pública.

Frente a estas manifestações que aconteceram e previstas de acontecer, o governo federal mudou o discurso quanto à copa que era dita como um evento que ia deixar um legado positivo. Pesquisas internas feitas frentes as manifestações em 2013, fez com que Dilma Rousseff reformasse o tom de seu discurso. Sai o discurso do legado positivo da Copa e segue o discurso do orgulho de sediar uma copa do “país do futebol”. Também mudou posteriormente a ênfase no discurso e surge o bordão “Copa das Copas” que foi bolado pelo marqueteiro Nizan Guanaes em uma reunião secreta com Dilma no ano passado. Dilma inclusive já usou este bordão criado em vários discursos.

Existe uma página do Facebook que já aponta alguns protestos 2014 que é a página “Protestos contra a Copa do Mundo de 2014” (ver em https://www.facebook.com/events/154542101393022/). Para quem tem receio de participar destas manifestações que podem ter ocasiões de violência pode manifestar de outras formas, como por exemplo, no caso da Copa do Mundo, não ir aos jogos e nem assistir aos jogos nas emissoras que vão transmitir.  Assim como manifestar fazendo valer o momento das eleições 2014. Que tal também fazer esta manifestação na hora do voto?

Lula nas Eleições 2014

Luís Inácio Lula da Silva
é uma figura emblemática na história política do Brasil, seja como líder sindical nos meados dos anos 1970, sua trajetória política até chegar a Presidência da República, saiba se ele será candidato, ou o que será Lula nas eleições 2014.

lula eleicoes 2014 Lula Eleições 2014

No atual cenário político brasileiro que está em crise, à figura de
Lula ressurge como possível candidato. Apesar de ser quase certa a candidatura a reeleição da Presidente Dilma Rousseff, mas devido à onda de pessimismo no Brasil com as manifestações e de outra forma, parece que Lula ressurgirá como um “candidato” ajudando na campanha de Lula. O cenário no país não é o mais animador com cenário de pessimista inclusive de investidores e empresários, cogitou-se não a candidatura à reeleição, mas a candidatura de Lula nas eleições 2014, mas Lula resistiu nesta possibilidade.

Parece que o partido de Dilma nas Eleições 2014, o PT, está escalando Lula para viajar com ela pelo Brasil, mas ainda não tem a agenda destas viagens. Lula até afirmou que vai percorrer o Brasil como se fosse candidato, falando inclusive se Dilma não puder ir aos comícios num determinado dia, afirmou ir ao lugar dela. Esta é uma estratégia chamada de “revezamento” que já vou usado pra Lula no final da sua campanha de 2010 quando ele era Presidente e lançava a candidatura de Dilma à Presidência. Esta estratégica é uma forma dos marqueteiros que eles chamam de multiplicar a propaganda petista.

Lula já afirmou que não admite que dentro do partido PT seja dividido ou que se formem grupos que apoiem sua volta e nem quer que as pessoas entendam que sua ajuda a Lula seja uma forma de forçar que as pessoas gostem de Dilma e sim que entendam que o PT a apoia para continuar mais quatro anos na Presidência.

Lula tem uma forte trajetória política começando como líder sindical e é o cofundador do Partido dos Trabalhadores (PT) no qual precisou lidar com as mudanças que teve que fazer na sua imagem assim como suas mudanças estratégicas econômicas após três derrotas na disputa eleitoral que foram as vezes que Lula se candidatou a presidência.

Durante o seu governo se tornou o político mais popular na época que era Presidente inclusive em âmbito mundial e durante seu governo foram criados programas sociais polêmicos como Bolsa Família e Fome Zero que também marcaram o seu governo.  Outros fatos marcantes de sua trajetória política foram considerados pela revista Times como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo de 2010. Por isso, aguarde ver Lula nas eleições 2014 nas campanhas políticas logo mais.

Eleições 2014 em quem votar

Você já está preparado (a) para as
eleições 2014? Ou está somente pensando na Copa do Mundo? As eleições estão praticamente ai e precisa sim pensar já e ver quem será candidato e conhecer o passado deste candidato, a seguir saiba em quem votar nas eleições 2014 e dicas para você escolher o melhor candidato.

em quem votar 2014 Em quem votar em 2014

Conheça também os prazos da justiça eleitoral e calendário para saber o que está rolando de acordo com a eleição 2014.  Agora em abril, por exemplo, todos os programas de computadores propriedade do Tribunal Superior Eleitoral desenvolvido por ele ou sob encomenda e que serão utilizados nos processos de votação, apuração e totalização estão em sua fase de especificação e desenvolvimento. Neste mês também acontece órgão de direção nacional do partido político publicar no Diário Oficial da União, as normas para a escolha e substituição de candidato para a formação de coligação. Também neste mês fica proibido aos agentes públicos na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos.

Então, antes de achar que este texto vai falar em quem votar, este trabalho deve ser feito pelo eleitor, acompanhando o horário eleitoral, conhecendo as proposta de cada candidato e verificar aquela que tem propósitos que cada um acredita. Lembrando que sempre é importante saber que seu voto é importante e não se omitir.

O voto é importante, até mesmo como forma de protesto, na verdade é um protesto social por excelência e deve ser valorizado. No Brasil se tem a discussão sobre a obrigatoriedade ou não do voto À discussão é que o voto sendo um indicativo do estágio democrático deveria ser algo livre, resultados das convicções e expectativas de cada cidadão, mais infelizmente o povo brasileiro em sua maioria não tem esta convicção e não vê o voto como um instrumento importante para sua democracia e também para fazer valer sua vontade, por isso, o voto acaba sendo obrigatório. O brasileiro em sua maioria não assume seu importante papel nada eleições, vê o ato de votar apenas como uma obrigatoriedade chata.

Outro instrumento para saber em quem votar em 2014 é pesquisar algumas listas presentes na internet que mostra os políticos com ficha suja e, neste caso devem não ser escolhas confiáveis nas eleições. Aconselha-se também pesquisar o candidato e ver se ele tem relação com estes políticos ficha suja ou se já tiveram é para ficar desconfiado. Faça uma analise de seu candidato, basta digitar no Google o seguinte: “NOME DO CANDIDATO + É acusado de”; dessa forma você pode saber um pouco mais do passado e das propostas do candidato.

Por isso, para votar nas eleições 2014 sempre é bom como principal arma a informação para fazer valer o seu direito de cidadão e votar com consciência.