Eleições 2014 Candidatos a Presidente

As eleições 2014 somente acontecem em outubro próximo, mas já há possíveis candidatos a presidência da república. A seguir um perfil dos possíveis candidatos a presidente nas eleições 2014. Importante conhecer sobre estes candidatos e se preparar conscientemente nas suas escolhas futuras.

candidatos eleicoes 2014 presidente 300x225 Candidatos a Presidente Eleições 2014

Um dos candidatos à presidência é Aécio Neves (PSDB) que vem de uma família tradicional na política principalmente em Minas Gerais, um dos Estados mais poderosos do país. Sendo seu avô materno, Tancredo Neves que foi eleito de forma indireta presidente do país, mas morreu antes de tomar posse. Do lado paterno seu avô foi Tristão Ferreira de Cunha e seu pai Aécio Cunha foi deputado federal. Já Aécio Neves foi governador de Minas Gerais e atualmente senador por Minas Gerais. Tem também muita experiência política tendo sido deputado federal por Minas por quatro vezes (a última entre 1998 a 2002). Ele ainda é graduado em economia.

Outro candidato a presidência em 2014 é Eduardo Campos (PSB) que é de origem do Recife e que precocemente começou o curso de economia aos 16 anos e se formou aos 20 anos. Também começou precocemente na política, já na faculdade. Aos 25 anos ingressou no Partido Socialista Brasileiro (PSB) e depois eleito deputado estadual. Ao Congresso nacional chegou aos 29 anos, em 1994.  Em 1998 foi reeleito deputado federal. Em 2002, reconquistou o terceiro mandato como deputado federal e destacou-se como articulador do governo Lula nas reformas da Previdência e Tributária. Dizem que ele é um fortíssimo candidato a presidência pelo seu posicionamento forte político. Um plus é sua vice a Marina Silva, já que nas últimas eleições para Presidência ela ficou em terceiro lugar em número de votos, entre nove candidatos.

É também candidato a Presidência Fernando Gabeira (PV) que tem uma longa atuação política, inclusive foi militante contra a ditadura militar tem posições políticas fortes e algumas polêmicas como a profissionalização da prostituição, casamento homossexual e a discriminação da maconha. Participou da luta armada contra a Ditadura Militar no Brasil, como militante revolucionário oito de outubro e na época trabalhava como repórter do Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro. Ele inclusive foi ferido durante os movimentos contra a ditadura, foi banido do Brasil e morou na Argélia, ficou nove anos longe do Brasil morou no Chile, Suécia e Itália. Voltando ao Brasil foi candidato ao governo do Estado do Rio de Janeiro pelo PT, em 1989 concorreu à Presidência da República, pelo PV; em 1994, foi eleito deputado federal pelo PV pelo Rio de Janeiro e foi reeleito em 1998. Em 2010, ele deu apoio a José Serra no segundo turno para a Presidência da República, depois da candidata Marina Silva do seu partido ter sido derrotada.

Dilma (PT) ainda se candidatará a sua reeleição, sendo ainda uma candidata forte, apesar das críticas ao seu governo ela é a candidata a ser batida. Por isso, se informe mais sobre os candidatos a presidente nas eleições 2014 para votar de forma consciente.

Veja a lista dos possíveis candidatos a presidente nas Eleições 2014

- Dilma Rousseff – PT

- Eduardo Campos – PSB

- Aécio Neves – PSDB

- Marina Silva – PSB

- Soninha Francine – PPS

- Randolfe Rodrigues – PSOL

- Levy Fidelix – PRTB

- José Maria Eymael – PSDC

- Everaldo Pereira – PSC

- Mauro Iasi – PCB

- Magno Malta – PR

- Eduardo Jorge – PV

Entre eles, qual será o melhor candidato ao cargo máximo de governança da república?

Candidato Celso Russomano nas Eleições 2014

As eleições 2014 estão muito próximas e já pensou em seus candidatos a seu voto? Já é hora de parar e pensar sobre isso, já que isso vai determinar o destino de nosso país, assim como do estado onde moramos. Veja informações sobre o candidato Celso Russomanno nas Eleições 2014.

celso russomano eleicoes 2014 Celso Russomanno Eleições 2014

Um dos candidatos a um cargo nas eleições 2014 é Celso Russomanno que é pré-candidato a deputado federal pelo Estado de São Paulo pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB) e que em 2010 ao cargo de governador do Estado de São Paulo, teve relativo sucesso, ficando em terceiro lugar. Na eleição seguinte, se candidatou à Prefeitura de São Paulo, mas acabou perdendo no primeiro turno. Ano passado, ele declarou que não vai se candidatar ao governo do Estado e que apesar de ambicionar um cargo executivo, o objetivo do político é ampliar sua popularidade e número de votos para ampliar a bancada de deputados federais do partido que ele faz parte.

O partido de Celso Russomanno está investindo em altos cargos como é o caso da nomeação de Rogério Hamam para a Secretaria de Desenvolvimento Social do Rio de Janeiro e na base do governo de Geraldo Alckmin.

Atualmente Russomanno é apresentador de TV em um programa da Record que tem um quadro e ganhou popularidade principalmente por suas participações na televisão como defensor dos direitos do consumidor ele surpreendeu na eleição de 2010 que concorreu ao governo do Estado de São Paulo com 1,3 milhão de votos e que busca esta eleição puxar votos principalmente para seu partido e aumentar a bancada de deputados do PRB no Congresso Nacional. Ampliar a bancada significa para o partido ampliar o tempo do horário eleitoral gratuito na TV que é estabelecido pela Justiça Eleitoral de acordo com o número de deputados.

Celso Russomano antes de se tornar político começou uma carreira no meio televisivo. Ele é advogado e repórter e político brasileiro ficou famoso na década de 1990 apresentando um quadro no programa sensacionalista Aqui e Agora que era veiculado no SBT e que era um quadro semelhante do que ele faz atualmente, ele mediava reclamações de consumidores que se sentiam lesados pelas empresas de diversos setores. Ele é autor de dois livros e palestrante sobre o direito dos consumidores e desta forma ficou popular entre a população, o que explica seu sucesso popular e ter conseguido tantos votos. Ainda há uma remota possibilidade de ele concorrer a uma vaga no Senado, nada confirmado. Aguardemos o que vai rolar no cenário político nessas eleições.

Candidato Geraldo Alckmin ao Governo de SP nas Eleições 2014

As eleições estão se aproximando e você já sabe quem serão os candidatos ao governo de SP e em qual pretende votar?  Nas eleições 2014 teremos importantes cargos para escolhermos nossos candidatos, além do cargo de Presidente da República, ocorrerá nessa eleição à escolha para governador de estado. Por isso deve-se pensar no governador para seu Estado, saiba mais sobre a candidatura de Geraldo Alckmin nas Eleições 2014 e sua possível reeleição.

geraldo alckmin eleicoes 2014 Geraldo Alckmin Eleições 2014

No Estado de São Paulo, um dos candidatos ao governo do Estado é Geraldo Alckmin que tenta sua reeleição pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Segundo as últimas pesquisas realizadas em dezembro do ano passado pelo Datafolha, neste cargo Geraldo Alckmin ganharia a eleição 2014 em primeiro turno por 43% das intenções de voto. Apesar de positivo o número, este teve uma pequena queda e a causa desta pequena causa pode estar ligada aos protestos em junho de 2013 que começaram em São Paulo e seguiram em várias localidades no país. Os movimentos também expuseram a falta de segurança que é uma das ameaças a possível reeleição de Alckmin.

No governo de São Paulo há ainda outros adversários mais próximos de Alckmin que são: Paulo Skaf do PMDB, Gilberto Kassab do PSD e Alexandre Padilha do PT. Paulo Skaf tem 19% das intenções de voto, Gilberto Kassab, 8% e Alexandre Padilha, 4%%. No interior, Alckmin libera as pesquisas de preferência com 51% contra 36% da capital. Na cidade, Skaff tem 22% das intenções de voto, contra 17% no interior; Kassab no interior tem 9% das intenções de voto e 7% na cidade; E Padilha com 5% das intenções de voto no interior e 5% na cidade. Lembrando que essas pesquisas são de Dezembro realizada pelo Datafolha.

Por enquanto Alckmin é o candidato mais forte as eleições 2014 para governador em São Paulo. Vamos conhecer um pouco sobre sua trajetória política. Geraldo Alckmin nasceu em Pindamonhangaba em São Paulo e é formado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Taubaté e é especializado em anestesiologia. Começou na política cedo aos 20 anos como vereador na sua cidade; aos 24 anos se candidatou a Prefeitura da sua cidade natal e que acabou vencendo. Também exerceu os cargos de deputado federal e vice-governador de São Paulo e assumiu o cargo de governador, quando o titular Mário Covas faleceu; acabou sendo eleito governador de São Paulo em 2002.  Quanto ao seu cargo de governador atual este tem oscilado desde o início de seu mandato, começou segundo pesquisa em 2011 com 48% considerando seu governo ótimo; já depois das manifestações o índice foi para 53% considerando seu governo ótimo ou bom. Mas as avaliações de regular anterior era de 29%, depois das manifestações foi para 31%; e a cotação péssima, em 2010 era de 14% e após a manifestação foi para 15%.

Por isso, observem as propostas dos candidatos, pesquise sobre cada um deles para poder basear suas escolhas e decidir em quem votar nas eleições 2014.

Justificativa de voto pela internet Eleições 2014

Está atrasado para com seus preparativos para as eleições 2014? Está com sua situação irregular como eleitor? Não terá tempo de transferir seu domicilio eleitoral ou estará fora do seu domicilio eleitoral? No caso de eleitores que estão morando fora de seu domicílio eleitoral e não puderem ir nestes para votar ou estão em viagem no dia das eleições, terão que
justificar o voto, saiba como fazer isso.

justificar voto pela internet eleicoes 2014 Justificar voto 2014 pela internet online

No caso, justificar o voto poderá fazer só inclusive se estiver no exterior, saiba também como fazer isso se estiver no exterior. Ainda tem a possibilidade de justificativa de voto nas eleições 2014 também pela internet.

No caso dos eleitores que estejam no Brasil para justificar o voto, basta que no dia das eleições 2014 os eleitores com seu título e um documento oficial de identificação com foto compareça em qualquer sessão eleitoral e peça o formulário de justificativa de voto. As sessões eleitorais possuem sessões específicas para justificar voto nas eleições 2014. Se não for ao dia das eleições justificarem seu voto, pode inclusive justificar até 60 dias posteriores à eleição fazendo sua justificativa online através do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ausência em cada turno das eleições deve ser feita de maneira individual e o formulário de justificativa está presente no site do TSE assim como também nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, no dia do pleito, nos locais de votação ou de justificativa. No dia da eleição, o eleitor que for justificar seu voto deve comparecer com o formulário de justificativa preenchido e levar seus documentos pessoas um deles seu documento de identificação oficial com foto.

Para quem quer consultar os locais para justificativas podem conferir no site do TSE, inclusive no 1° e 2° turnos os locais disponíveis para justificativa. No caso de não fazer sua justificativa no dia da votação o eleitor pode fazer isso até 60 dias após o pleito, entregando o requerimento preenchido em qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo via postal ao juiz da zona eleitoral onde é inscrito.  Nas duas opções o requerimento deve acompanhar de documento de identificação e também documento que comprove a impossibilidade de comparecimento ao pleito para exame do juiz eleitoral. O eleitor pode justificar cada ausência das eleições quanta vez quiser e for necessário, mas deve ficar atento quando houver a eventual realização da revisão do eleitorado do município onde for inscrito.

No caso do eleitor no exterior, sendo morando ou de passagem poderá votar em presidente da república nas embaixadas brasileiras que estiverem no país, mas neste caso quem estiver em viagem ao exterior pode votar em presidente e vice fazendo requerimento da sua inscrição na zona eleitoral do exterior localizada na embaixada do país mais próxima até cinco meses antes do processo. No caso de não fazer isto poderá justificar o voto online pela internet pelo site do TSE.

No caso de não justificar o voto o eleitor tanto no Brasil como no exterior terá consequências graves como terá inscrição cancelada e não poderá inclusive participar de concursos, entre outros problemas. Mais informações consulte o site do TSE.

Soninha Francine Candidata Presidente Eleições 2014

Está por dentro das
eleições 2014? Se não estiver é bom ficar atento, pois faltam poucos meses para as eleições e conhecer os candidatos aos principais cargos públicos. Conheça um pouco mais da possível candidata a presidente Soninha Francine.

soninha eleições 2014 Soninha Eleições 2014

Um dos candidatos para presidente nesta eleição 2014 é a conhecida e polêmica
Sonia Francine Gaspar Marmo, ou simplesmente Soninha que conhecemos de sua carreira como apresentadora da MTV. Ela afirmou em outubro do ano passado que tinha interesse em ser candidata a Presidência da República pelo partido ao qual está filiado o PPS. Na época ela afirmou que não gostaria que as pessoas vissem sua candidatura com gozação, pois esta demonstra a sua dedicação a política e até anunciou o seu slogan: “Quem foi que disse que não tem jeito?”. Mas, parece que ela ou seu partido (ou os dois) mudaram de rumo quanto aos projetos políticos e ela é atualmente candidata a deputada federal pelo Estado de São Paulo e pelo partido político PPS.

Mas, parece que ela está pensando em se candidatar ao cargo de deputada federal por outros estados. Recentemente ela este vem em visita a vários diretórios em alguns estados, como Paraná e Pernambuco que foram dois estados que apoiaram a candidatura de Francine. No Paraná é uma grande área de influência do PPS de Rubens Bueno que é secretário-geral do Partido; e em, Pernambuco e uma área de grande influência de Raul Jungmann. Soninha ainda esteve no Espírito Santo, mas não encontrou o presidente do diretório local.  Por enquanto ela é candidata à deputada federal por São Paulo, onde está filiada.

Quanto sua trajetória política ela começou de 2005 a 2008 quando foi eleita vereadora em São Paulo pelo PT; e em 2009, desempenhou a função de subprefeito da Lapa, em São Paulo e ficou no cargo até março de 2010.

Soninha que é uma paulistana ficou conhecida como apresentadora da MTV Brasil teve experiência como atriz amadora. Como apresentadora na MTV ela começou como assistente de produção, depois como diretora e coordenadora de produção e depois também foi redatora dos textos como VJ’s e ficou na emissora por dez anos. Depois da saída da MTV ela atuou na TV Cultura e nesta emissora ela se envolveu em um caso polêmico, em uma matéria da Época ela admitiu que fosse usuária de maconha e defendia sua descriminação. Isso levou à demissão dela da TV Cultura, ainda mais que na época ela estava à frente de um programa jovem. Por isso, ela tem uma imagem forte na política que pode trazer frutos para ela no futuro. Será que Soninha Francine nas Eleições 2014 será candidata a presidente ou deputada?

Pesquisa Presidentes Eleições 2014

Infelizmente muitas pessoas estão somente pensando na copa do mundo e nas próximas férias, em vez de pensar sobre
eleições 2014 que acontece em outubro e com cargos importantes para os eleitores escolherem. Confira a seguir uma pesquisa eleitoral para presidente nas eleições 2014 divulgada pelo IBOPE.

pesquisa presidente eleicoes 2014 Eleições 2014 Pesquisa Presidentes

Entre os cargos importantes que o eleitor vai ter que escolher logo mais é o de Presidente da República e que já foram feitas algumas pesquisas em relação às eleições 2014 e principalmente em relação à disputa presidencial e quem vencerá as eleições.

Em março deste ano o IBOPE que mostra como cenário mais provável para as eleições 2014 quanto ao cargo de presidente da república Aécio com 13% das intenções de votos e Eduardo Campos com 6% e o levantamento foi feito com 2.002 eleitores. A pesquisa assim como outra isso e propôs vários cenários para as eleições 2014. No cenário 1, Dilma Rousseff estaria com 40% das intenções de votos, Aécio Neves, com 13%; Eduardo Campos, com 6%; Pastor Everaldo, com 3% das intenções de votos; Randolfo Rodrigues, com 1%; Eymael, com 0%; Levy Fidélix e Mauro Iasi teriam juntos também 0%; Brancos/nulo, com 24% e não sabe e não responderam com 12%.

Já nesta mesma pesquisa, esta simulou um segundo cenário e o resultado foi o seguinte: Dilma Rousseff estaria com 40% das intenções de votos, Aécio Neves, com 13%; Eduardo Campos não entraria da disputa e sim Marina Silva que teria 9% das intenções de votos; Pastor Everaldo com 2%; Randolfe Rodrigues, com1% das intenções de votos: Eymael, Mauro Iasi teriam 0%%; e votos brancos nulos seriam de 24%; e não sabem ou não responderam 12%. Neste cenário simulou-se a candidatura de Marina Silva que foi uma grande surpresa na eleição anterior, ficando em terceiro lugar e que atualmente vai ser vice de Eduardo Campos. Levando em consideração que Eduardo Campos e Marina estão juntos, eles podem entrar na briga pela presidência, mas como mostra os resultados, será muito difícil bater Dilma que já tem uma margem de votos a favor muito alta.

* Lembrando que essa pesquisa foi divulgada em março pelo IBOPE e muita coisa pode mudar até outubro.

Eduardo Campos candidato a Presidente 2014

Ainda não tem pensado nadinha nas
eleições 2014? É bom começar a pensar, pois as eleições seguirão depois da copa do mundo e é importante saber em quem votar ainda mais para o cargo de Presidente da República. Veja mais informações sobre o candidato Eduardo Campos nas eleições 2014.

eduardo campos eleicoes 2014 Eduardo Campos Eleições 2014

Um dos
candidatos ao cargo de Presidente da república nas eleições 2014 é Eduardo Campos que é o ex-governador de Pernambuco e no cenário político nacional é quase um desconhecido (que vem tendo um aumento expressivo), mas que é a grande aposta do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Ele renunciou ao seu cargo de governador no dia 4 de abril e já se dedica a campanha para a Presidência da República. Ele promete ter uma expressão nesta campanha, ainda mais com o apoio de Marina Silva (atual integrante do PSB) e que ficou de fora como candidata a eleições este ano, porém será a vice de Eduardo Campos, o que pode ajudar e muito o candidato a brigar pelo cargo de presidente. Campos tem como vantagem a sua boa reputação como governador de Pernambuco, ele deixou o governo de Pernambuco com 58% de aprovação popular, segundo pesquisa do IBOPE realizada em dezembro de 2013.

Não conhece a trajetória de Eduardo Campos na política? Vamos conhecer um pouco este candidato a presidente em 2014.  Eduardo Campos é ex-governador de Pernambuco é natural de Recife e nasceu em 1965 e formado em economia pela Universidade Federal de Pernambuco. Ele é neto do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes e Eduardo sempre foi ligada a política, desde a faculdade, como presidente do diretório acadêmico da universidade que estudou. Em 1987, participou da criação da primeira secretaria de ciência do Nordeste; em 1990 filiou-se ao PSB e de onde conseguiu seu primeiro mandato como Deputado Estadual de Pernambuco. Em 1995, ficou a serviço do governo de Pernambuco como secretario do Governo e, no ano seguinte, foi secretário da fazenda. Em 1998, foi reeleito deputado federal e foi reeleito também em 2002. Ainda ocupou outros cargos políticos, como a de Ministro da Ciência e Tecnologia de 2004. E em 2006, foi eleito pela primeira vez como governador de Pernambuco sendo reeleito em 2010, mas que não terminou este mandato para se candidatar a presidente.

Embora Eduardo Campos seja um sangue novo na política, as pesquisas apontam na reeleição de Dilma Rousseff. Ela tem como vantagens o legado de programas sociais de Lula que tem um grande apelo popular, mas tem como desvantagens as diversas manifestações que aconteceram no ano passado e outras que prometem acontecer este ano com o descontentamento social geral sobre as atuais condições do país que priorizaram a tal Copa do Mundo e deixou de lado as questões da saúde, educação e segurança do país. Se você quer mudanças no governo, esse é um dos candidatos que tem chances de brigar para ser o próximo presidente do país.